Posted: 12 Dec 2012 02:57 AM PST
Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net Leia também o site Fique Alerta – www.fiquealerta.net  Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net 

Exclusivo – O Ministério Público Federal teria acesso a filmagens feitas em Nova York, registrando os passeios entre o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva e sua amiga Rosemary Nóvoa Noronha. Um dos encontros mostra os dois se divertindo em compras na Macy´s – famosa grife da Big Apple. Investigadores também têm acesso a uma fotografia de Lula e Rose abraçados nos momentos de felicidade e vaidade no usufruto do poder. A foto foi oferecida a revistas e jornais brasileiros – que ficaram com medo de comprar.

As investigações têm acesso a outras filmagens que mostram os fortes laços entre Lula e Rose. Os dois foram flagrados em momentos de alegria e intimidade durante viagem a um país da África – provavelmente Angola. Reservadamente, o Ministério Público Federal já recebeu informações - obtidas pela Inteligência das Forças Armadas - indicando que Rose seria intermediária de negócios com diamantes, em parceria com os filhos do presidente de Angola, José Eduardo dos Santos. No meio do negócio, estaria também um alto-dirigente de uma grande empreiteira brasileira.

Militares descobriram que Rosemary utilizava um passaporte exclusivo de membros do primeiro escalão governamental para viagens de negócio ao exterior que fazia sem a presença do amigo Lula. Serviços de inteligência das Forças Armadas receberam informes de que Rose participaria de negócios com diamantes em pelo menos cinco países: Bélgica, Holanda, França, Inglaterra e Alemanha. As pedras preciosas seriam originárias de negócios ocultos feitos pela cúpula petralha na África, principalmente Angola. Tal informação também foi passada à PGR pelos militares.

Foram detectadas dezenas de viagens não-oficiais de Rosemary ao exterior, para "passeios de negócios". O passaporte especial a denunciou. Foram 23 para a França. Para Suíça, ocorreram 18, por via terrestre, partindo de Paris, e mais quatro por via aérea. Rose também fez 12 deslocamentos de avião para a Inglaterra. Outras sete viagens para o Caribe e os Estados Unidos, aconteceram de navio – de acordo com a inteligência militar brasileira.

Tais informações sigilosas sobre o Rosegate não aparecem nas 600 páginas do inquérito da Operação Porto Seguro. Pelo teor explosivo, podem até ser abafadas – o que será nada fácil na atual “temporada de caça ao Lula”. De concreto, a FAB já tem todo um dossiê sobre as viagens que Rose fazia. Tudo já está em poder do Ministério Público Federal. O seio do Rosegate está exposto. Falta apenas comprovar, publicamente, que Lula tinha seus braços no meio dele.

Mais conhecida como “Doutora Rose”, a exonerada chefe de gabinete da Presidência da República em São Paulo já está indiciada pela Polícia Federal por formação de quadrilha, corrupção ativa e tráfico de influência, como “braço político” de um esquema que fraudava pareceres ou criava vantagens para empresários corruptos em negócios com o governo Lula-Dilma. Lula será convidado pelo Ministério Público Federal a prestar esclarecimentos sobre sua relação política – e, eventualmente, de negócios – com a querida Rosemary.
Cachoeira Vazando...
Exclusivo - O que está ruim ficará ainda pior! Carlinhos Cachoeira vai derramar toda sua vingança sobre o PT. O contraventor Carlos Augusto Ramos dará logo mais uma entrevista exclusiva a três jornalistas de sua confiança, em Goiania. Abrirá o o jogo e o verbo contra seus agora inimigos – mas que até outro dia eram parceiros de assalto aos cofres públicos. Cachoeira agora diz ser o "Garganta Profunda". Será?

Ao sair novamente da prisão ontem, Cachoeira desabafou que “está doente e cansado de tanta humilhação”. Por isso, depois de consultar seus advogados, promete revelar tudo que sabe sobre negociatas promovidas nos governos do PT e de seus principais aliados. A grande dúvida é se a mídia amestrada - e agora ameaçada de corte de verbas oficiais de publicidade - terá coragem de publicar as revelações de Cachoeira.

O maior medo do governo é o caso Delta. Se Cachoeira der detalhes sobre como funcionava sua parceria com a empreiteira Delta e as obras do PAC, quem terá problemas é Dilma Rousseff. A Presidenta que agora perde tempo com a defesa de seu godfather Lula da Silva, considerando “lamentável essas tentativas de desgastar a imagem de Lula”: “Repudio as tentativas de destituí-lo da imensa carga de respeito que o povo brasileiro lhe tem”.

Dilma agora que se cuide também para não perder o respeito que angaria. Ela gerenciava o PAC, em cujas obras a Delta deitou e rolou em superfaturamentos e distribuição de “mensalões” a vários políticos. Se Cachoeira falar, outro grande prejudicado será o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, parceiro de Cavendish, Dilma e Lula – que pode ter mais um escândalo nas costas, além do Mensalão e do Rosegate. Cavendish e Cabral estão rompidos pessoalmente. Cabral e Dilma estão com relação política abalada. Cachoeira está rompido com todo mundo e pode abalar ainda mais a corrupta conjuntura brasileira com uma nova enxurrada de denúncias contra petralhas e seus comparsas.

Valeriogate se amplia

De pouco adiantará Lula alegar que “não pode acreditar e nem pode responder a mentira”. O processo do Mensalão – já decidido no Supremo Tribunal Federal – não sofrerá alterações. Azar da petralhada é que existem outros cinco processos correndo contra Marcos Valério Fernandes de Souza – inclusive o Mensalão Mineiro tão aguardado pelo PT. Nestas ações, Valério pode contar tudo que não revelou até agora.

Estadão de hoje revela novas inconfidências de Valério à Justiça, no bombástico depoimento de 3h 30min, com cabalísticas 13 páginas, dado ao Ministério Público Federal, em 24 de setembro. Valério denunciou que o ex-diretor do Banco do Brasil, Henrique Pizzolato, e o ex-presidente do Banco Popular do Brasil, Ivan Guimarães, destinavam ao PT um “pedágio” ilegal de 2% cobrado de agências de publicidade. Só com a DNA de Valério, em 2003, Pizzolato embolsou, para o partido, uns R$ 300 mil em contrapartida.

Ontem o Estadão já tinha vazado que Valério garantiu que o esquema do Mensalão pagou despesas pessoais de Lula, em 2003, quando o mito já era Presidente. Valério relatou que a grana era depositada na conta da empresa de um “laranja” da maior confiança de Lula: Freud Godoy. Conhecido como o “faz-tudo de Lula”, Godoy foi assessor presidencial e sempre cuidou da coordenação da segurança das campanhas de Lula. Valério relatou pelo menos dois depósitos em favor de Lula, via Godoy. Todos os envolvidos – como de costume – negam tudo.

Confirmando que Lula era mesmo o chefe do Mensalão, Valério revelou que Lula deu o ok pessoal para os empréstimos que o PT pegou nos bancos BMG e Rural, com a finalidade de repassar grana aos corruptos da base aliada. Valério garantiu que o encontro com Lula aconteceu no Palácio do Planalto, na presença de José Dirceu e do tesoureiro Delúbio Soares. Valério também colocou o então ministro da Fazenda no meio, confidenciando que Lula e Antonio Palocci negociaram com a Portugal Telecom (por ironia, tem a sigla PT) o repasse de recursos para o PT (Partido dos Trabalhadores). Todos os envolvidos – como de costume – negam tudo.
Cadeia à vista

O tempo vai mesmo fechar para Lula. O Presidente do Supremo Tribunal Federal já opinou ontem a jornalistas que o ex-presidente deve ser investigado por tudo que é denunciado. O Procurador-Geral da República deve tratar dos casos Lula (Mensalão, Rosegate e, provavelmente, Cachoeira-Delta) no começo do ano. A prioridade dele, agora, é conseguir, até o Natal e antes do recesso do Judiciário, que o STF determine a prisão imediata de todos os condenados no Mensalão.

Depois disso, a prioridade será cuidar de todos os escândalos que giram em torno do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O maior perigo para Lula é que Rosegate + Mensalão + Cachoeira lhe cause um transtorno emocional tão grande que seja capaz de deprimi-lo e abalar sua delicada saúde – ainda em tratamento contra os efeitos colatarais da quimio e radioterapia para extirpar o tumor maligno na laringe.

O mito Lula tem problemas como nunca antes na história desse País...

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.


© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 12 de Dezembro de 2012.